Conservadorismo nefasto

É algo que, para mim, não faz sentido.

Ainda não entendo bem o que leva um ser humano a ser contra a universalização de direitos que, em última instância, impactam diretamente apenas na vida dos beneficiários, e torna a sociedade um pouco mais tolerável para se viver.

Em recente pesquisa da Vox Populi, realizada entre 19 e 23 de novembro, foi possível constatar o quanto a sociedade brasileira é conservadora. As questões abordadas foram a descriminalização do aborto e do consumo de drogas, e a possibilidade de união civil de pessoas do mesmo sexo. Neste texto, focarei apenas nesta última.

Chamou-me a atenção que 60% dos entrevistados entendem que a união civil de pessoas do mesmo sexo não deve ser permitida (e nem vou levantar a bola sobre as diferenças e semelhanças entre união estável, união civil e casamento). Mas o que me surpreendeu mesmo é que não houve, segundo o presidente do Instituto, diferenças relevantes se considerarmos as variações socioeconômicas e regionais, ou seja, podemos considerar que, no geral, a sociedade brasileira é profundamente conservadora. E isso no país que, em grande parte, desbunda completamente no carnaval.

Foi interessante também perceber que praticamente não houve diferença entre as opiniões de eleitores dos dois candidatos à presidência que disputaram o segundo turno. 60% dos eleitores de Dilma e 62% de Serra acham que a união civil dos homossexuais não deve ser permitida.

Eu fico me perguntando: Por quê? Em que isso afeta a vida de quem não é homossexual? Por que ser contra? Por que negar a milhões de casais um direito tão fundamental como o de construir, dentro da lei e com todos os direitos e deveres, uma vida juntos? De onde vem tão perverso e nefasto conservadorismo?

Não vou negar que avanços têm acontecido, já publiquei alguns (exemplos aqui, aqui, aqui e aqui), e continuam acontecendo. O problema, a meu ver, é que os casais homoafetivos muitas vezes têm que correr atrás desses direitos, nem sempre com a garantia de conseguir o devido acesso a eles (eis uma pequena lista de direitos negados aos homossexuais, que pode estar um pouco defasada mediante recentes avanços). E isso não faz sentido. Isso é perverso, nefasto, triste.

Eu realmente gostaria de entender o que faz uma pessoa ser contra um direito que não traz impacto direto para sua vida. O que faz um heterossexual ser contra a união civil entre gays ou entre lésbicas?

Até hoje eu só tive contato com um tipo de opinião contrária a esses direitos: os argumentos religiosos (ou mitológicos, como gosto de chamar). E estes são tão firmes quanto um prego num prato de angu ralo.

Por que essa mania de querer condenar um determinado grupo à margem da sociedade, baseado apenas em crenças pessoais? Se o cara acha que homossexuais vão pro inferno, por mim tudo bem, qualquer pessoa pode acreditar no absurdo e na fantasia que quiser.  O que não dá para aceitar é que essas crenças sejam a base para a negação de direitos. Se acha que o deus para quem torce não gosta de gays e lésbicas, e daí? Isso é motivo para negar-lhes direitos básicos? Por quê?

Há aqueles também que consideram a homossexualidade “errada”, “antinatural”, “prejudicial”, e acham que as pessoas deveriam deixar “essa vida” para trás e construírem uma vida heterossexual “normal”. Ora, quanta pretensão! Se há preconceito, discriminação, depressão, infelicidade, agressões, mortes, não é algo inerente à existência da homossexualidade, mas sim derivações da atitude conservadora de parte da sociedade que não a aceita.

Sigo no desejo de, um dia, viver em uma sociedade que entenda que os direitos devem ser iguais a todos, que somos realmente iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, como determina o art. 5º da nossa Constituição Federal.

E se realmente isso ainda vai demorar para penetrar no tecido desta sociedade atrasada e conservadora, que o Estado Brasileiro Laico Democrático de Direito assuma seu dever de garantir direitos fundamentais a todos os seus cidadãos, independentemente da opinião desses 60% apurada em pesquisas como a citada aqui.

6 Respostas para “Conservadorismo nefasto

  1. infelizmente, alex, eu tambem vejo essa “democratização do preconceito”. não importa a classe social, o bairro em que se mora, o odio/desprezo aos homossexuais é algo bem compartilhado.

    engana-se quem pensa que a “esquerda”, nesse sentido, é necessariamente mais iluminada ou flexivel. nem sempre.

    acho que tem muitos outros fatores envolvidos na construção dessa ideia negativa dos gays. o “não natural”, “contra natureza”, etc, contando tanto ou mais que o religioso/mitologico.

    e ainda dizem q vivemos numa ditadura gay. aham.hj mesmo um policial me parou na rua me questionando pq estava de mãos dadas com um homem. aconteceu, aham.

  2. É rayssa. E o que tem me incomodado tanto qto os preconceituosos, é o silêncio dos conformados. Ninguém debate, ninguém discute, ninguém defende. Tipo: “não é problema meu então foda-se”.

    Mandei a notícia original do Vox Populi para 5 listas de emails, nenhuma resposta, nenhuma mensagem de indignação, nenhum repúdio.

    Nesse sentido, as postagens no Bule me dão um gás, pq lá podemos discutir, debater e aprender. Melhor do que viver no silêncio confortável das vidinhas regadas a trabalho, novela e cama, além da visão limitada que só alcança o próprio umbigo…

    Aff, desabafei!

    bj

  3. Desabafar faz bem! rs

    Sempre que quiserem chutar uns baldes podem contar comigo.🙂

  4. Infelizmente o nosso País não é Laico, e tão pouco contempla todos os direitos do homem. E a sociedade com sua fé burra parece que caminha para a demência total.

  5. Pingback: Bule Voador » Blog Archive » Conservadorismo nefasto

  6. Pingback: When a person loves a person | O Lado Oculto da Lua

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s